terça-feira, 19 de janeiro de 2010

ESCALA RICHTER-APRENDA COMO É PARA NAO FALAR BESTEIRA

O terremoto que recentemente destruiu o Haiti e que fará com a mídia tenha assunto por vários meses trouxe ä baila a xpressáo “Escala Richter” , que é a graduação usada para os tremores e sua intensidade.
Atualmente essa escala está muito desatualizada, mas como a mídia brasileira é campeã nesse item (desatualização) não custa explicar o que é a escala Richter propriamente dita.
Quem criou: esse senhor simpático ai ao lado, em 1935, junto com o geólogo Beno Gutemberg, o senhor menos simpatico tambem ao lado (ou embaixo..como queiram)




Representa a energia sísmica liberada durante o terremoto e se baseia em registros sismográficos.
A escala Richter aumenta de forma logarítimica, de maneira que cada ponto de aumento sigifica um aumento 10 vezes maior. Dessa forma, um sismo de magnitude 4 é 100 vezes maior que um de 2. No entanto, é importante salientar que o que aumenta é a amplitude das ondas sismográficas e não a energia liberada. Em termos gerais a energia de um terremoto aumentaria um fator 33 para cada grau de magnitude, ou aproximadamente 1000 vezes a cada duas unidades.














3 comentários:

  1. interessante como o ultimo grafico demonstra que ocorem mais de um milhao de pequenos terremtos por ano no mundo,,a maioria nao sentimos.

    ResponderExcluir
  2. Achei muito interressante para temas

    ResponderExcluir
  3. Pessoal das 5series do col. sta doroteia poa. procurem o nome do fisico que criou a escala richter aqui.

    ResponderExcluir

Please rational coments: